27.9.12

Dicionários equivocados

Aquela sensação inexplicável que passa pela espinha, fazendo os pelos ficarem em pé e uma gentil camada de ar se envolver na pele, isolando e protegendo do frio. Seria mesmo de uma camada de ar que eu falo? Estremecimento que resulta de um medo, diz o dicionário. Não... medo não. Pobre dicionário. Não sabe o que é vida. Dessa vez eu vivo, intensamente, cada detalhe, cada palavra dita. O gesto se junta com a palavra, que se junta com o olhar, que se junta com o toque e por fim se unem na forma mais simples. Um sorriso não pode ser complexo. Dá pra entender facilmente o que não pode ser dito. E lá vem àquela sensação novamente. Não é medo, não é frio. O que é um arrepio? Eu diria Fascinação. Vai lá ao dicionário e procura por tal palavra. Dessa vez ele acertou.


Nenhum comentário:

Talvez Poeta © Theme By SemGuarda-Chuvas.