10.2.12

Futuro



Cada vez mais eu me sinto perto das escolhas mais importantes da minha vida. 
Quando eu começo a me sentir segura sobre o meu futuro, sempre , de alguma 
maneira, alguém joga na minha cara que eu tenho que decidir. Eu nunca fui boa 
em decisões, nunca. Por muito tempo eu não conseguia fazer escolhas, eu 
dependia da opinião de muita gente, tinha medo de errar.Com o tempo eu fui 
aprendendo a escolher, fui aprendendo a ter opinião própria, estar segura das 
minhas escolhas. Mas esse tipo de decisão levam tempo,é quase irreverssivel. 
Eu ouvia todo mundo falar sobre essas escolhas, mas nunca me pareceu tão real, 
tão desesperador. O futuro parece um portão, vários, gigantes, grandiosos, 
brilhantes, mas ao mesmo tempo é assustador, não sei o que exatamente tem 
atrás de cada portão, se é bonito, ou um buraco sem fim. A vida é feita de 
escolhas, umas fáceis, outras difíceis. As vezes é preciso arriscar, mas arriscar 
o que a gente gosta. Talvez esse seja o palpite certo.

Nenhum comentário:

Talvez Poeta © Theme By SemGuarda-Chuvas.