20.9.11

Indelével


'Cada respiração é uma segunda chance.'

As pessoas não são descartáveis.
Um tanto quanto óbvia para muitos, mas absolutamente encantadora,
essa afirmação de repente me comoveu.
É que então eu me lembrei dos momentos em que me decepcionei com alguém.
Momentos em que parecia mais fácil e muito mais cômodo retirar sutilmente 
aquela pessoa da minha vida... "Esquecer" de dar bom-dia, de ligar no 
aniversário, cortar assuntos, confidências. Ignorar, fingir que essa pessoa nunca 
existiu, nunca fez parte de você. Sabe como é? Algo como uma declaração 
muda: "Não te quero mais na minha vida". Mas acontece que as pessoas não 
são descartáveis. As pessoas não podem ser jogadas fora. Os momentos 
felizes, as risadas, as mãos estendidas que tantas vezes ajudaram a me 
levantar - tudo isso será apagado, esquecido, ignorado, manchado para sempre 
por um erro cometido? As pessoas não são descartáveis... não são feito o 
brinquedo quebrado que anos atrás eu deixei num canto qualquer da sala de 
estar. As pessoas não são descartáveis. Não são como um projeto mal feito 
que não satisfez as minhas expectativas. Quando se trata de pessoas, é 
impossível amassar a folha e em seguida jogá-la no lixo. E tantas vezes as 
pessoas nos decepcionam... ou nós é que nos decepcionamos com elas? Tão 
mais fácil rasgar o verbo, sair correndo sem olhar para trás, tão mais fácil virar 
a página e começar outra vez a busca pela pessoa perfeita! Sem pensar por um 
minuto que talvez (só talvez!) o outro valha a pena! Que o outro também tem 
suas próprias reclamações, sua própria visão de mundo, da vida, das pessoas, 
do relacionamento. O outro também é gente! Eu também sou gente! E gente 
que é gente erra e acerta o tempo todo. Tão mais fácil "esquecer" que a 
perfeição que exijo dos outros inexiste em mim! As pessoas não são 
descartáveis. Que bom que quando errei encontrei pessoas que me 
perdoaram e que decidiram continuar perto de mim. Pessoas que decidiram 
que eu ainda valia a pena, que ainda valia a pena estar ao meu lado! As 
pessoas não são descartáveis. Através dessas palavras eu percebi 
que é necessário, ao olhar para as pessoas, ver além de um monte de 
erros e fracassos. É preciso olhar com amor, até enxergar ali um ser humano 
igual a você.

Nenhum comentário:

Talvez Poeta © Theme By SemGuarda-Chuvas.