19.2.11

Pra chamar de meu.



Quero sorrisos ao acordar, quero músicas que façam lembrar, quero chamegos, lágrimas de saudade e reencontro. Quero ligações no meio da noite só pra dizer te amo, quero bilhetinhos colados no espelho do banheiro, quero olhares que digam mais que mil palavras, quero risos cúmplices. Quero piadas particulares, quero contar estrelas ao lado de alguém, quero ouvir eu te amo na secretária eletrônica, quero página de caderno rasbicada com corações. Quero buquê de flores com cartão musical, quero telefonemas de duas horas de duração. Quero que o meu mundo pare por causa de alguém, quero ouvir que fomos feitos um pro outro, quero suspiros de paixão e um sentimento avassalador.

Eu quero um amor pra chamar de meu.

Nenhum comentário:

Talvez Poeta © Theme By SemGuarda-Chuvas.