30.12.10

Desconheço-me


Cheguei à conclusão de que sou um mistério à mim mesma. Por mais que todos os meus sentimentos estejam trancados dentro de mim, ordená-los se faz uma tarefa complicada, e assim, eu acabo leiga sobre as coisas complexas que se passam na minha mente e no meu coração. Procuro palavras para dizer tudo aqui que eu sinto, mas é impossível encontrar um vocabulário que expresse tudo de forma verdadeira.
Entre algumas opções, escolhi continuar investigando-me. E no momento, permaneço sem rumo, num vale de sonhos e sentimentos indecifráveis.

Nenhum comentário:

Talvez Poeta © Theme By SemGuarda-Chuvas.