21.12.10

Através da realidade


Já cansei de tantas palavras que não conseguem resolver problemas. Queria poder sair andando sem rumo, com um destino para o qual meus pés guiariam, sem minha mente estar consciente de toda a situação.
Quero ver pedidos realizados e eternizar a ternura e o lado bom das pessoas. Por que as coisas não podem ser simples, como um sorriso? Mais do que aproveitar o meu período de férias, queria dar férias a outra coisa pertencente à mim, meus pensamentos. Eles não param quietos e isso já está me incomodando.
Pare de me dizer palavras vazias, se dizes que me amas, porque duvidas tanto dos meus sentimentos? Eu não sou alguém fútil e egocêntrica, pelo contrário. Gosto de admirar o azul do céu não apenas como uma cor, sempre tento ver o que toda aquela exuberância quer me dizer. No final, acredito ser alguém carente das coisas sinceras. Eu gosto de sentir o carinho, verdadeiro. Prefiro investigar tudo aquilo que é certo, por mais que seja o caminho mais difícil,
ao invés de optar pelo fácil. E então é hora de continuar descansando das coisas rotineiras, pois ela vêm me desgastando, excessivamente. Acredito que optarei por deixar a onda levar. Que tudo se resolva, por mais que possa demorar.

Nenhum comentário:

Talvez Poeta © Theme By SemGuarda-Chuvas.