11.11.10

As lembranças nunca passam



Cumprimentos, sorrisos, olhares e agora nada. Você me deixou da maneira mais cruel que existe. Fingir que eu não existo não vai mudar o fato de que nós estivemos juntos. Todo o seu jogo de sedução, seus sorrisos conquistadores. Eu? Apenas mais uma que caiu nas suas armadilhas. O que o amor faz com as pessoas é tamanha covardia. Acho que o curioso, o incerto, o misterioso, o confuso nos atrai. Eu não sofro, não choro, mas não tenho vontade de mais nada. Sua voz ecoa na minha cabeça a cada instante, as cenas daquela noite eu não consigo esquecer. Se você pudesse me observar, invadir meus pensamentos, me ouvir, sem que eu soubesse seria perfeito. Tudo o que não passa por meus lábios você poderia entender. Até quando isso vai durar? Eu não vou desistir enquanto houver forças para lutar.

"Não existe amor impossível, só existe amores difíceis de conquistar."

Nenhum comentário:

Talvez Poeta © Theme By SemGuarda-Chuvas.